“Caravana” levou no domingo, obras da campanha #doe umlivro até a biblioteca comunitária Unido da Doze nas Letras

A edição 2011/2012 da campanha #doeumlivro, que nasceu no twitter, atingiu recorde de doações. Nas duas primeiras campanhas, foram arrecadados cerca de 180 mil exemplares em cada uma delas. Agora, foram recebidos 215.500 livros. Nos vários estados participantes começam as entregas das doações. Uma delas acontece amanhã, domingo, 4 de março: às 9h, em São Paulo, uma “caravana” sai da Casa das Rosas, na av. Paulista, para levar para a biblioteca comunitária Unidos da Doze nas Letras os cerca de 500 livros arrecadados durante a campanha #doeumlivro, nascida no twitter. A Unidos da Doze fica à rua Miguel Fleta, 376 B, no Parque Dorotéia. A entrega dos livros está programada para às 10h.

A campanha #doeumlivro bateu o recorde de obras recebidas. Se nas duas primeiras edições – 2009/2010 e 2010/2011 – foram arrecadados 180 mil livros em cada uma, agora o total foi de 215.500 livros. Em todos os estados participantes, os livros começam a ser distribuídos. Em São Paulo, uma “caravana” sairá da Casa das Rosas (av. Paulista, 37), às 9h do dia 4 de março para levar livros para a biblioteca comunitária Unidos da Doze nas Letras, na sede da Associação Esportiva Unidos da Doze, à rua Miguel Fleta, 376 B, no Parque Dorotéia. A entrega está programada para às 10h. Ao total, são cerca de 500 livros, 400 deles arrecadados durante a campanha #doeumlivro, surgida no twitter, pelo bar Mortadela Brasil do no Mercado Municipal de São Paulo e cerca de 100 doados pelo escritor Inácio de Loyola Brandão (que deve estar presente). Além dos livros, o programa "São Paulo, um estado de leitores" levará para o evento um contador de histórias. O bar Mortadela Brasil levará lanches para o evento. Já Milena Caldeira, uma das coordenadoras da campanha, levará um grande bolo.

"Esperávamos bater o recorde, já que as pessoas estão cada vez mais engajadas na campanha, mas chegar aos 215.500 superou até as nossas melhores expectativas”, diz José Luiz Goldfarb, diretor de Divulgação e um dos coordenadores da campanha. “Mais uma vez a #doeumlivro mostrou a força do twitter, já que a campanha começou dentro dele. Em três anos, já foram arrecadados mais de 500 mil livros. Ou melhor, um número que se aproxima dos 600 mil, já que são cerca de 575.500 livros recebidos", acrescenta. Também foi pelo twitter que conhecemos este incansável e competente Paulo Toledo, presidente da ONG (Associação Unido das Doze), durante uma discussão sobre a importância das bibliotecas comunitárias. É um prazer imenso ver que nossa parceria e várias outras estabelecidas pela Unidos da Doze já deram resultados. Participamos da inauguração da sede no ano passado e agora, um ano depois, podemos participar com a entrega de livros", afirma Goldfarb.

De acordo com o multidisciplinar Goldfarb, entre outros curador há 21 anos do Prêmio Jabuti, “o #doeumlivro é um exemplo de como as redes sociais que se formam no twitter podem extrapolar os limites da dimensão virtual, ganhar as ruas das cidades, fazer a diferença e transformar a realidade", afirma. As doações para a campanha foram feitas principalmente na Droga Raia, que disponibilizou suas lojas em vários estados do País: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. Em São Paulo, também puderam ser feita no bar Mortadela Brasil, no box 4 do mezanino do Mercadão de São Paulo: “Demos 10% de desconto na conta de quem apoiou a campanha com um ou mais livros. Isso porque o livro é o alimento da alma”, conta José Maurício de Freitas, um dos sócios do estabelecimento. Este ano a campanha teve o apoio da Fundação Abrinq e da Sempre um Papo. Em Belém, a campanha contou com a parceria da Biblioteca Pública Artur Vianna, que concentrou todas as doações, que mais tarde serão encaminhadas para bibliotecas do Estado. As doações foram realizadas nos shoppings Boulevard Belém, Patio Belém e Castanheira.

A Campanha surgiu há três anos
  De maneira informal, há três anos alguns twitteiros passaram incentivar outros twitteiros a doarem livros no final do ano. A proposta teve receptividade e adesão avassaladoras e logo se tornou a campanha #doeumlivro. Organizada por Heber Dias de Souza, José Luiz Goldfarb, Laura Furquim Xavier e Milena Caldeira, a campanha se tornou um dos assuntos mais comentados no ambiente do twitter (em alguns dias a TAG chegou a ser a mais mencionada no twitter brasileiro) e foi “abraçada” por artistas, jornalistas, políticos e empresários, como Maria Rita, Serginho Groisman, Paulo Coelho e Willian Bonner. Rapidamente, a iniciativa evoluiu para um projeto objetivo e consistente, com parcerias em todo o País. Muitos postos de coleta foram disponibilizados e os livros começaram a surgir – em grande quantidade. Ao final, foi arrecadado o surpreendente número de 180.455 livros. Na segunda campanha (2010/2011) os números foram praticamente idênticos. Agora, o total arrecadado foi de 215.500 livros. Em três anos, já foram arrecadados mais de 500 mil livros. Ou melhor, um número que se aproxima dos 600 mil, já que são cerca de 575.500 livros recebidos.
 
 José Luiz Goldfarb

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O casamento dos Safra, destaque mundial em São Paulo, saiba como foi

Dr. Food, o método seguro de emagrecimento sem sacrifícios

Carin e Miguel Mofarrej